Pages

domingo, 3 de junho de 2007

A pequena loja dos horrores - Roger Corman

Dizem que é um clássico da comédia de humor negro... foi produzido em 1960, em preto e branco. Eu quis ver porque, em algum site, li comentários de que havia um dentista na história. E eu quis saber do que se tratava.

Seymour é um rapaz que trabalha na floricultura de um cara mal-humorado, Mushnick, que trata mal os clientes e se irrita com pouca coisa. Como Seymour só faz trapalhadas, é um cara meio "lerdo", Mushnick resolve despedi-lo. Mas aí, ele diz que está criando uma planta especialmente para o patrão, é uma planta especial. Nessa hora, um cliente diz que talvez a planta seja um bom atrativo para a loja (que é decadente).

Seymour, então, vai buscar a planta (Audrey Jr. - em homenagem à outra atendente da loja, que se chama Audrey e por quem Seymour é apaixonado) em casa e mostra a todos da loja. Mushnick dá uma semana para que Seymour e a planta ajude a melhorar as vendas de flores.

Surpreendentemente, a planta começa a falar com Seymour: "Feed me!! Feeeeeeeeeeed me!" ("Comida!! Comiiiiiiiiiida!!"). Seymour não sabe o que dar de comer a ela, quando esbarra em uma outra planta, próxima à Audrey Jr., machuca o dedo e respinga sangue nela. Sua plantinha, então, se agita e pede por mais comida. Seymour fura os dedos com uma agulha e dá mais sangue à ela, que sempre pede por mais, então ele sai às ruas para ver se tem alguma idéia. Acaba matando um homem acidentalmente e, depois, dá o corpo para a planta comer.

Seymour se sente mal por saber que sua planta come carne humana e, ao mesmo tempo, fica feliz com o "prestígio" repentino que ela lhe proporciona. Audrey fica empolgada com ele e começam a namorar.

Ah, é... tem a parte do dentista, que dá arrepios. O dentista é um sádico que faz os procedimentos sem anestesia, sem higiene, sem luvas. Um dia Seymour precisa ir até lá. Faz uma extração e, quando o dentista diz que vai passar uma massinha, eles iniciam uma "luta" porque Seymor não quer passar a tal massinha; e o dentista, por acidente, acaba morrendo. Adivinhem para quem o Seymour dá o corpo do dentista? Pois é.

À medida que a Audrey Jr. come os corpos, ela vai crescendo mais e mais... e continua falando: "Feeeeeeeeeed me!!! Feeeeeeeeee me!".

É um filme interessante se considerarmos o ano em que foi produzido. E que vários filmes pegaram essa idéia depois. Inclusive lembro de uma história da série "Amazing Stories" (adoro!), que contava uma história quase igual a essa.

Nenhum comentário: