Pages

segunda-feira, 9 de julho de 2007

Fast Food, Fast Women - Amos Kollek

Eu queria ver um filme "light" e escolhi esse. É uma comédia romântica bonitinha.

Bella é uma garçonete nova-iorquina preste a completar 35 anos e anda um pouco angustiada com sua vida amorosa (é amante de um homem casado, com quem começou um relacionamento quando tinha 23 anos e até aquele momento, ele ainda não pretendia largar a esposa, como havia dito a ela que faria - homens, homens... tsc, tsc...).
As coisas mudam quando ela conhece Bruno, um taxista e escritor, que a mãe fazia questão que ela conhecesse (a mãe dela é uma chata de galocha que fica se metendo na vida dela por telefone). Não sei se o fato de tê-lo conhecido é que provoca a vontade de mudar/organizar algumas coisas na vida dela, mas ela encosta o amante na parede: ou ele larga a mulher ou fica com ela. Ele a larga, sem remorsos (o cara é um safado idiota).
Bruno, embora galinha, muito galinha, aliás, é "pai solteiro" de duas crianças e não conta isso para Bella, já que ela, aconselhada por uma amiga, diz que não gosta de crianças, para não assustar os pretendentes (quando, na verdade, ela adora crianças). O fato de a ex ter deixado as duas crianças para ele cuidar e o fato de ter conhecido Bella, uma "mulher de verdade", faz com que ele amadureça...
Há também um romance entre dois "idosos", é uma história paralela bonita.

Lembrei da Taty Alem, porque ela adorava ir à NYC.

Para desestressar, vale a pena.

Nenhum comentário: