Pages

segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Espíritos 2 - Você nunca está sozinho

Fui conhecer pessoalmente uma amiga "virtual", que eu só conhecia basicamente por carta, há algum tempo (uma semana? duas? eu me perco), e vimos esse filme na casa dela. O nome dela é Kemi (da minha amiga, não da casa - a casa, acho que não tem nome).

Como não gostei de "Espíritos", achei que não fosse gostar de "Espíritos 2", mas, tirando os clichês (cenas de sustinho, gritos e histeria), o filme parte de um princípio interessante: a dualidade humana, a bondade e a maldade que existe em nós.

O filme não tem nada a ver com "Espíritos"; é uma história independente. Filme tailandês, supostamente de suspense/terror, dirigido por Banjong Pisanthanakun e Parkpoom Wongpoom.

Pim e Ploy são gêmeas siamesas, ligadas pelo abdômen. Pim é a siamesa que sobrevive à cirurgia de separação e é aterrorizada por Ploy, a irmã que morreu. Na minha interpretação, Pim seria o nosso lado "bom" e Ploy, nosso lado "mau". Excepcionalmente, não vou comentar muito o filme em si, mas somente citar as questões que levantou em mim:

- É possível nosso lado "bom" assassinar o lado "mau"? Ou vice-versa?
- Como lidar com com o lado mau?
- Até que ponto vale fingir ser uma boa pessoa para ser amado(a)?

Nem falei dessa minha interpretação pra Kemi. Às vezes eu viajo. Às vezes sinto que ninguém entende o que eu falo, então eu me calo.

Nenhum comentário: