Pages

segunda-feira, 23 de março de 2009

Um buraco no meu chão

"Putaqueopariu, o que que é isso??!". Pois é. Foi exatamente o que falei quando abri a porta que dá para a área de serviço, na quinta ou na sexta passada, depois do trabalho, e me deparei com esta cena.

O fato é que eu tinha um problema de entupimento (felizmente, nos canos de água e não nas artérias): quando eu tomava banho, a água transbordava na área de serviço. O dono do prédio mandou um pedreiro-encanador e ele veio, enquanto eu estava trabalhando e, mesmo sem entender o que estava acontecendo, quebrou o piso recém-colocado e cortou os canos (!) para ver o que acontecia - quem sabe encontraria o ponto exato do entupimento? Improvável, mas o raciocínio até que era lógico. Passado o choque inicial, pensei que não havia nada a fazer. Fechei a porta e esqueci o assunto.

Sábado meus pais e meu irmão vieram trazer várias coisas, incluindo meus amados dicionários, e colocar cortinas e varal (nunca fiquei tão feliz com um varal!) e um pedreiro-encanador diferente do anterior também veio. Ele disse que, na verdade, o problema não é aqui, é mais embaixo (literalmente), há um entupimento no térreo, por isso a água não consegue ir embora e disse também que não era necessário ter quebrado nada. E é por isso que eu a-do-ro profissionais competentes e que sabem exatamente o que estão fazendo.

Mas, sinceramente, não estou muito preocupada. Não há o que fazer. Ficar brava? Eu? Nem pensar. O dono do prédio vai pagar pelo conserto do buraco, então tá tudo certo.

Fiquei imaginando... se eu entrasse nesse buraco, onde ele iria dar? No centro da terra? No Japão? Igual em um dos episódios do "Mundo da Lua", já pensou? Até que não seria má idéia. Mas o mais provável é que eu cairia em um esgoto cheio de ratos. Mas seria salva pelas Tartarugas Ninja! =)

Um comentário:

Crisão disse...

Porra!!! só uma sagitariana como vc pra ser otimista. Afe...