Pages

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Vicky Cristina Barcelona - Woody Allen

"Você é Vicky, Cristina ou Barcelona?" era a pergunta de sábado.

Eu tinha curiosidade em ver esse filme, por causa do título estranho e porque alguém tinha comentado bem, e, coincidentemente, a Ana tinha alugado. Não sabia que era do Woody Allen, surpresa boa. Gosto dos filmes dele, mas depois de "Todos dizem eu te amo", de que não gostei, nunca mais tinha visto nada.

Na capa do DVD está escrito que é "comédia", mas não é tanto assim. Vicky é a amiga morena e com um destino praticamente traçado, está noiva, vai se casar em breve com um cara rico, bem sucedido e morar num bairro bacana. Cristina é a amiga loira, "aventureira", perdida, aberta a possibilidades. As duas são americanas e viajam a Barcelona; a primeira para pesquisar sobre "identidade catalã", tema de seu mestrado, e a segunda, só para acompanhar e ter possibilidades (?). Numa noite de vernisssage, conhecem o pintor Juan António. Cristina se interessa por ele na hora, Vicky, embora relutante, também se rende aos encantos dele mais tarde, talvez mais do que gostaria, mais do que poderia. Juan, mesmo sem as conhecer, convida-as para um fim de semana em Oviedo. Elas acabam aceitando. E é o início de uma viagem inesquecível tanto por serem estrangeiras como por começaraem a pisar em territórios internos também desconhecidos.

Penélope Cruz está linda interpretando Maria Elena, a louca "exposa" de Juan Antonio.

Me identifico com Cristina, mas não sou. Acho que queria ser algo entre Cristina e Maria Elena. Um quê de busca, loucura e novidade.

Recomendo!

Mais informações aqui.

Nenhum comentário: