Pages

sexta-feira, 24 de julho de 2009

The books are on the table...


Essa é a minha mesa no trabalho. Meu pai ficaria horrorizado. Ele disse que uma das coisas que ele observava era a mesa dos subordinados e quando algum deles ia pedir uma promoção ou contestar a promoção de um colega, ele retrucava algo do tipo: "Se você não consegue nem arrumar a sua mesa, como acha que ia dar conta de ser promovido?". Na foto não aparece toda a mesa, mas do lado esquerdo tem duas pilhas de livros que não foram aprovados nem desaprovados para publicação e estão em stand-by (herança da Lana e do Saulo!), na parte superior, mais três pilhas - alguns estão em produção, outros foram recusados pelo editor e preciso anotar em uma lista e depois encaixotá-los -, e cópias impressas de traduções. Do lado direito, mais duas pilhas de livros que estão sendo avaliados ou negociados + catálogos de várias editoras. Aquilo embaixo do meu monitor é um dicionário Aurélio muito antigo que a Bianca arranjou para mim, porque eu estava com dor nas costas (a mesa, a cadeira e o monitor não são nivelados de modo ergonômico para mim) e aquilo em frente ao teclado é um contrato que eu estava traduzindo/revisando.

Hoje não consegui arrumar nada, porque tive de resolver várias coisinhas junto com o Mega e fiquei traduzindo documentos. Queria ter revisado um pouco mais o livro de contos da Índia (muito legal!), traduzido do espanhol - a tradutora é boa e dá muito gosto de ler/revisar -, mas também não consegui. Parece mentira, mas só de ler as traduções dá para perceber quem tem bagagem/formação suficiente (ou não) para fazer o que está fazendo... tem vários tradutores de quem já sou fã! Já outros me dão vontade de perguntar, sem maldade: "Será que a sua vocação não é qualquer outra?".

Fiquei feliz porque, pelo menos, consegui resolver várias pendências por e-mail com agentes e editoras. Me senti menos "fracassada" e um pouco mais competente nesta sexta chuvosa. Na verdade, acho que às vezes me sinto muito mal à toa, porque muita coisa não depende só de mim, preciso ficar esperando resposta/boa-vontade de outras pessoas, quando eu tenho uma certa pressa para resolver logo tudo. Não gosto de coisas que ficam se arrastando e não são resolvidas nunca!

Agora que alguns livros que estavam abarrotados na mesa à minha esquerda foram parar em umas prateleiras do meu lado esquerdo, e os livros que estavam nessas prateleiras, no "depósito", vou conseguir passar algumas coisas para essa outra mesa e me organizar melhor. Segunda, sem falta, a minha mesa será outra!

2 comentários:

Crisão disse...

INDEED.

medo da sua mesa. vou tirar uma foto da minha e te mandar.

bjs!

aline naomi disse...

Quero ver a sua mesa se não dá medo! =P

E eu ainda não consegui arrumar a minha. Estou aos poucos me desafogando. Não consigo arrumar tudo de uma vez. Mas ficarei contente quando a maioria das coisas sair de lá e ir pra mesa ao lado.

Beijo!