Pages

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Poligamia, poliandria, poliginia


Estava pesquisando nem sei o quê, hoje, lá no trabalho, aí caí num site que falava de "poliandria" (o quê?), que é quando uma mulher tem dois ou mais maridos. "Poliginia" é quando um homem tem duas ou mais esposas. "Poligamia", segundo a Wikipédia, é "um tipo de relacionamento amoroso e sexual entre mais de duas pessoas, por um período significativo de tempo ou por toda a vida" (esse termo eu conhecia, os dois primeiros, não).

Existe também uma tal de "monogamia", assim como existem duendes e Papai Noel. =P Estou brincando! Eu acredito em monogamia, sim - aliás, meu lado romântico acredita.

E será que tem uma palavra para uma mulher que se casa com um homem e uma mulher ao mesmo tempo? =) Seria genericamente "poligamia" mesmo?

Teve uma época em que eu achei que uma relação assim devia ser estimulante (casar com um homem e com uma mulher ao mesmo tempo - acho que, desse jeito, eu não me entediaria muito), algo como "Vicky Cristina Barcelona"... mas teria que ser uma mulher muito interessante e um homem mais ainda. E também pela praticidade: eu poderia ir e vir, ficar sozinha quando quisesse/precisasse, e eles teriam um ao outro e eu provavelmente teria sempre um dos dois quando o outro estivesse atarefado com outras coisas. Meu medo número dois de assumir compromisso é: me sentir sufocada e cobrada o tempo todo (já bastam as cobranças profissionais, familiares, sociais... já basta eu mesma me cobrar!), de ter que estar junto o tempo todo - isso para mim é meio desgastante, porque tem outras coisas que eu gosto de fazer e outras pessoas com quem gosto de estar (com amigos, todos eles, e com a família, de vez em quando, haha). E meu medo número um é: perder a liberdade de ir e vir e fazer o que eu quero, quando quero, do jeito que eu quero e se eu quiser - por enquanto, não consigo imaginar uma situação diferente de agora (eu basicamente faço o que quero, quando quero, etc.), e não preciso dar satisfações a ninguém e nem ouvir coisas do tipo: "você trabalha demais e não tem tempo para mim, mimimi". Mas, voltando ao assunto da poligamia, hoje já não sei se eu conseguiria. Acho que é preciso um pouco de "sangue frio", porque depois de um tempo imagino que deva começar a rolar um clima de ciúmes (?) - os seres humanos somos mesmo possessivos, né? Queremos uma pessoa só para nós, queremos ser especiais e tralalá. Eu só queria que fosse bom enquanto durasse. E quando deixasse de ser bom, eu faria as malas e, sorrindo ou chorando, iria embora para um reino tão tão distante...

6 comentários:

dan disse...

Aline, vc é ótima
lendo vc falando de relacionamento parece ser tão simples...
huahauhauha

eu tb acredito em monogamia... e nem de longe saberia dividir alguém...

bem, e se vc tivesse a oportunidade da Cristina e fizesse q nem ela, te dava na cara (aliás, achei esse filme chatinho, sem fim)


aah,quinta vou num dermato em santana... a gente podia ir tomar um suco neh? e vc vai no meu niver neeeh???

bjuuusss

Mutante disse...

well, estar sempre junto vai ser bom quando vc encontrar alguém muito especial. Comigo aconteceu que pouquíssimas vezes saí sozinha depois que conheci a Pri e continuamos vendo nossos amigos todos, sempre que possível. Mas isso é algo que nem sempre acontece assim, já tive relacionamentos em que preferia sair sozinha mesmo.
E tem uma outra coisa, eu já experimentei incluir uma moça num antigo relacionamento que tinha com um homem, durante um ano e meio, fazíamos desde supermercado até DR a três regadas a porres homéricos (sempre meus pq eu ficava só ouvindo e tirando minhas conclusões). E minhas conclusões foram que a coisa virou um João ama Maria, que ama Raimunda, que não ama ninguém... De quem eu gostava deixei de gostar e mudei de time sem o menor pudor, liguei o foda-se e estou feliz! rs

é isso

beijocas

aline naomi disse...

Dan,
mas para mim os relacionamentos são mais ou menos simples, as pessoas é que complicam!! HAHA!

Fechou! Quero sorvete de chocolate lá da lanchonete! Te espero.

Sobre o seu níver, bom, a gente conversa amanhã =P

Beeeijo!

***

Mutante,

UAU. Nem imaginava que você tinha toda essa experiência de vida. Eu queria experimentar... e que isso e as pessoas tivessem significado na minha vida.

Mas você tá certa. Quando eu achar alguém muuuuuito especial, vou querer estar bastante tempo junto com a pessoa e talvez já não importe ter que abrir mão de parte da minha liberdade.

Beijo e vida longa ao seu casamento!! ;)

Crisão disse...

Dearest,
I'm still trying to find that sparkle that keep couples together. That little thing that is the answer to all our questions. Nothing yet.
Mas adoro seu sagitário-áries-gêmeos não me toque...

Anônimo disse...

esta completamente enganada a estes temas, tanto na poligamia como na poliandria nestas relaçoes apenas existe um dominante e nao existe enteraçoes com os restantes. o que estaria a dizer seria poliamor e pouco tem haver com as outras duas só no facto de não ser uma relação a dois, informe se melhor antes de falar de assuntos importantes.
obrigado.

gomeslara disse...

Assuntos particulares em publico...aff... que tanta necessidade... Viva Leandro Karnal!