Pages

sábado, 7 de novembro de 2009

Mãe, tenho me alimentado bem! ou Sobre almoço e filmes

Queria que minha mãe lesse esse post, só pra ela saber que ando cozinhando e me alimentando de um jeito o mais saudável que consigo. Almoço de hoje: arroz hiperbolizado com brócolis (depois joguei uma lata de atum e misturei tudo), omelete com queijo, salada com brócolis, couve-flor, vagem, cenoura e repolho, regada com azeite e um pouco de sal. E de sobremesa, aquela uva sem semente superdoce que eu não sei o nome. Mas a minha mãe não sabe entrar na internet.

Essa é a visão geral da minha mesa dobrável-desdobrada da cozinha. Ontem comprei um monte de frutas para a semana. Comprei até abacate (escondido atrás das bananas) - nem sei que tipo é aquilo, é redondo, não tem o formato típico de abacate, mas se tiver gosto de abacate, para mim está ok - vou bater com leite e açúcar no liquidificador. Nham!

Esses dias usei o resto de leite condensado que estava na geladeira há um tempão para fazer uma batida com ameixa: ameixa seca enlatada (procure uma marca boa) + leite condensado à vontade + gelo à vontade + água gelada à vontade. Se a ameixa vier com caroço, vai ter que descaroçar uma por uma. Bater tudo no liquidificador. Não ficou tão bom quanto das outras vezes que fiz, porque a ameixa que comprei não era seca (era em calda) e da marca Carrefour (caríssima pela qualidade (ou falta de) que oferece) - só tinha essa para comprar (o Carrefour Tucuruvi é o mais pobre que já vi na vida). Mas deu para matar a vontade. Eu bebia muito isso lá em Rio Preto, em um lugar chamado "Cockeipe" (algo assim), que ficava perto da represa (pela primeira vez vi uma "represa" (lago?) que fica no centro da cidade, onde as pessoas caminham/fazem cooper ao redor dela e socializam comendo/bebendo nas várias barracas e lanchonetes lá perto).

***

Como a internet não estava funcionando pouco antes do almoço e eu não conseguia trabalhar, fui ver "Um beijo roubado" de novo. Comprei o DVD duplo mês passado por uma bagatela. O filme é bom. Dá vontade de sair por aí, sendo garçonete e juntando dinheiro para comprar um carro, igual a Norah Jones. Rá.

Esse filme é do Wong Kar-Wai, um diretor chinês que eu admiro. Por falar em Kar-Wai, esse mês tem mostra de filmes dele no HSBC Belas Artes. Entrei no site deles para ver se a programação já estava disponível, mas não tem nada ainda. Eu sei que vai ter porque peguei um folheto lá, quando fui com a Sol. No folheto está escrito:

"Mostra de filmes - Ano Novo Chinês
Em comemoração à chegada do Ano do Tigre, o HSBC Belas Artes reune dois dos maiores nomes do cinema chinês atual, Wong Kar-Wai e John Woo, em sete filmes de 13 a 19 de novembro."

IUHUU!

Estou ansiosa. Espero que passem filmes que não estão disponíveis em nenhum outro lugar. E queria ver pelo menos um filme de John Woo, que não conheço ainda (não que eu saiba).

E dia 13/11 tem Noitão. Vamos ver se consigo ir e chamar amigos para ir. Eu pago R$ 9,00 (meia entrada) por 3 filmes, em geral, muito bons + café da manhã... fala se não é o paraíso? Além de concorrer a vários brindes que eles sorteiam de madrugada (o Noitão acontece de meia-noite de sexta às 6h da manhã de sábado, uma vez por mês). Sempre quis ganhar uma almofada ou uma bolsa com estampa de filme, nunca ganhei, quem sabe se eu for todo mês, um dia eu ganhe? =D

2 comentários:

Crisão disse...

Esse filme do Kar Wai é o primeiro hollywoodiano. E é lindo!

E a uva sem semente é a moscatel.

E sim, o mundo é pequeno demais...

bjs!

aline naomi disse...

Moscatel! Não esqueço mais...

Simm, o filme é lindo! Sério que dá vontade de sair por aí toda vez que eu vejo.

Beeijo!