Pages

domingo, 13 de dezembro de 2009

Em São José...

Enrolei, mas cheguei. É que tinha malas pesadas para trazer, aí fiquei enrolando para voltar pra casa dos meus pais.

Cheguei e logo vi os pacotes que chegaram pelos correios sobre a minha cama: o All Star, as roupas e o presente da Sol. Abri primeiro o pacote da Sol, porque eu estava ansiosa para saber que livro era (minha mãe ligou semana passada para dizer que tinha chegado esse pacote e que provavelmente era um livro, disse que era da Sol Y. e, pelo sobrenome, deduziu que era japonesa. Sim, mãe, é japonesa... meus pais adoram que eu tenha amigos japoneses porque, supostamente, não vão me desvirtuar... haha...). Daí que ganhei um livro lindo chamado "Luna Clara e Apolo Onze" e uma cartinha escrita uma parte com a mão direita e outra parte com a mão esquerda... ela queria ser canhota; eu, quando criança, sonhava em ser ambidestra, "porque se eu quebrar a mão direita, posso escrever com a esquerda!". Deu vontade de chorar, de pegar o telefone e ligar na hora, mas peguei umas folhas e comecei a escrever. Às vezes acho que não mereço essas pessoas na minha vida.

Lavei umas roupas, preciso preparar a mala. O Waldi me ligou agora pouco, lá de Curitiba, disse que pega na rodoviária. Provavelmente vejo a Thais amanhã também. Ou talvez segunda. Preciso pesquisar horários e hotéis. É pra dar mais emoção que deixo tudo pra última hora. Rá!

Liguei pra Sol, porque ela disse que eu podia ligar, mesmo sendo meia-noite. Agradeci, conversamos e foi legal. =)

2 comentários:

dan disse...

a sool eh fofa demais, adorei ela... queria poder vê-la de novo ^^

Tb tive dessas de canhoto, hauhauahau...
quando era criança ia comer sozinho soh pra treinar comer com a mão esquerda, pq era chique e eu tinha q treinar pq qdo crescesse ia ser rico, bem eu queria ser pelo menos, hauahuahauha

e no final das contas resultou hoje naum consigo comer com a mão direita, soh com a esquerda hauahauhaua

aline naomi disse...

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!

Ai, Dan!!

Ah, depois vamos marcar algo com a Sol. Em janeiro. Também adoro ela!