Pages

domingo, 31 de janeiro de 2010

Racionalismo x Sensitividade

Então. Terminei a revisão de um livro sobre crianças índigo e achei tão viagem...

Crianças índigo são, supostamente, algumas crianças nascidas a partir da década de 1980, com uma inteligência supostamente superior à das crianças de gerações passadas, que têm como missão supostamente salvar o planeta e a humanidade.

Sou muito mais racional que "sensitiva". E também cética a respeito de muitas coisas. Mas, apesar de o livro não ser o que julgo "bom", fiquei me questionando se essa racionalidade não limita a minha percepção do mundo. Talvez algumas coisas existam mesmo sem ter comprovação científica?

Talvez existam mesmo crianças com superpoderes, mas, para eu acreditar, teria de ler um estudo de um profissional sério, de alguma instituição não-palhaçada, reconhecida por estudos criteriosos na área. Por enquanto, do jeito que a coisa é apresentada, não tem como ler e não me sentir o Bozo.

A uma certa altura, o livro fala sobre umas crianças chinesas e outras russas que supostamente teriam o poder de enxergar com as orelhas, com o nariz, com as axilas e outras partes do corpo. Fizeram experimentos com elas e, quando vendadas, elas podiam descrever objetos e fotos com clareza. Não sei se é para rir ou para chorar (?); tentei buscar mais informações na internet, não consegui. Acho que daria um bom enredo para um filme de ficção científica - se é que essa parte não foi tirada de um filme ou ou de um livro do gênero.

2 comentários:

.:*Mandy*:. disse...

Tenho um amigo que consegue lamber o próprio cotovelo.
Seria ele uma criança índigo? O.o

aline naomi disse...

hahahahaha!!