Pages

segunda-feira, 8 de março de 2010

1º Congresso Internacional do Livro Digital e o meu dilema existencial com a Apple

No fim do mês vai acontecer o 1º Congresso Internacional do Livro Digital.

Por motivos que não vem ao caso, fui encarregada de entrar em contato com a Apple, para ver se alguém lá dos EUA poderia vir para esse congresso apresentar o iPad - "um produto mágico e revolucionário, por um preço inacreditável". iPad é um "dispositivo móvel" (aprendi isso com a Adriana!, eu chamei de "aquele negócio para ler livros", mas ela disse que era "dispositivo móvel", então é isso =), como o Kindle (que, aliás, parece ser muito melhor); os dois são basicamente dispositivos para ler e-books (livros digitais).

A secretária lá da editora entrou em contato com a Apple do Brasil várias vezes para saber se tinha como alguém falar sobre o produto. Disseram que não tinha como, porque aqui só tem suporte técnico. Aí fui encarregada de entrar no site em inglês, pesquisar para onde eu deveria ligar (só tem telefones no site, eles não disponibilizam nenhum e-mail, que raiva!), ligar lá e tentar ver essa questão de trazer um representante para o tal congresso e, talvez, também para a Bienal do Livro, que este ano acontece em São Paulo. Liguei para vários números e, diferente do que acontece aqui, a Apple não oferece a opção: "Para falar com um de nossos atendentes, digite tal número". É desesperador, porque, depois de um tempo, depois de clicar em várias opções e achar que estava chegando perto de falar com alguém, as mensagens e os menus começam a se repetir (!) e fiquei ouvindo o tempo todo coisas do tipo: "para obter mais informações sobre nossos produtos, acesse o site www.apple.com". Dã. Se eu tivesse as informações necessárias no site, por que ligaria? Uma hora chegaram a passar uns endereços de e-mail pelo telefone. Aí escrevi. Várias vezes. Para uns três endereços de e-mail diferentes. Recebi mensagens automáticas de volta. Já coloquei "URGENT" no assunto do e-mail, expliquei sobre o congresso, escrevi que já tem centenas de editores de todo Brasil inscritos, etc. E nada. Hoje fiquei sabendo que nem a organizadora da Bienal do Livro consegue falar com eles. Rá. Achei que eles estavam me ignorando por eu ser uma pobre mortal e não estar exatamente vinculada com a produção dos eventos. Olha, sinceramente, não quero essa merda de iPad nem de graça. Uma empresa que ignora e-mails sucessivos de clientes/clientes em potencial não merece o meu crédito. Isso porque, se não estou ficando louca, o interesse maior de vir divulgar o produto para o mercado brasileiro deveria ser deles. A Apple deveria lançar um livro chamado: "A arte de ignorar o cliente e ainda fazer sucesso". E pensar que milhares de pessoas cobiçam tanto um produto deles... GRRRRRR!! Não sei como é o suporte técnico, mas minha experiência está sendo terrível.

De qualquer forma, com ou sem alguém da Apple para falar do iPad, o congresso vai rolar.

O quê? 1º Congresso Internacional do Livro Digital / 36º Encontro Nacional de Editores e Livreiros
Quando? De 29 a 31 de março de 2010
Onde? Hotel Maksoud Plaza (Alameda Campinas, 150, São Paulo-SP)
Quanto? De R$ 690 a R$ 1.200 (inscrições pelo site)

As palestras do dia 30/03 são ótimas. Bem que funcionários de editoras que fazem parte da CBL (Câmara Brasileira do Livro) poderiam participar de graça!

9 comentários:

Anônimo disse...

Pergunta : Será que este "dispositivo móvel" será interessante realmente para leitura de livros e/ou afins ou para leitura de "contratos" ?? pela correria diária dos executivos e outros profissionais ? Culturalmente, vamos torcer para que a prática da leitura seja maior. Uma outra forma para leitura de "livros" é através do PALM. Mas, com os livros em artigo PDF ou outros, a venda nas livrarias cairia? OU ainda é preservada a "mágica" e leitores das compras dos livros?

Anônimo disse...

"A arte de ignorar o cliente e ainda fazer sucesso" foi ótimo!! É um Tema PERFEITO para muitas empresas no mercado! É quase inacreditável que sites de empresas 'renomadas' não apresentam informações de contato precisas para clientes em potencial ou para dúvidas e INFORMAÇÕES DIFERENCIADAS de clientes há longo prazo. Muitas ignoram o atendimento ao consumidor realmente,seja através de email ou o 0800 que não apresentam atendentes com preparo adequado e necessários.(vamos transferir para o setor responsável?). Pior ainda é quando há "queda" da ligação em pleno atendimento! Muitas possuem o site apenas como forma de propaganda e divulgação de produtos, nada mais! Dúvidas e questionamentos, informações adequadas, crie um 'fórum" e troque informações com outros usuários!! ou pesquise no google.com ! é qse ridículo...

Anônimo disse...

O tablet da Apple, IPad, tem tido muitos comentários controversos ... Desde o seu tamanho, até sua finalidade. Por que não ter um NETbook?

aline naomi disse...

Eu estava lendo que lá pra 2020 a venda de livros digitais terá superado a venda de livros em papel. É uma estimativa. Talvez pelo lado ecológico (mais e-books = menos árvores derrubadas), seja ótimo. Mas eu ainda gosto de ler no papel do que na tela. Parece que a vista fica menos cansada.
O domínio do livro digital sobre os livros de papel é algo inevitável. Então, eu me conformo.

Olha, eu nunca pensei que fosse tão péssimo falar com a Apple! Uma empresa tão conhecida, com produtos bons (pelo menos dizem que), etc. Pelo jeito, não vamos conseguir trazer ninguém. Se eu tivesse sido encarregada antes dessa tarefa, mudaria a tática: entraria em contato com a Amazon para trazer alguém para apresentar o Kindle.

aline naomi disse...

Eu nunca tinha tido problema com empresas (nem nacionais nem internacionais). A maioria disponibiliza e-mails e telefones e eu consigo falar com elas quando preciso.

Acho que o Kindle e o iPad devem chamar a atenção pelo preço (deve custar bem mais barato que um netbook) e talvez pelo design (mais leve e mais prático que um "computadorzinho" e li que a bateria do Kindle dura 5 dias!).

Anônimo disse...

Digamos que o Iphone soh veio pro Brasil pq Claro/Tim/Vivo movimentaram mundos... o "dispositível móvel" só virá qdo eles lançarem uma segunda/terceira geração e a primeira ficar encalhada nas lojas. hauhauha

enfim

tava aqui pensando em ir no congresso

mas 600 contooo
vai pra "put keep a real" =P

bjuuu linocaa


Dan [eskeci minha senha ¬¬]

Cara de pau disse...

Que é isso, o iPad parece ser bem interessante!, a despeito das críticas ao atendimento da Apple... mas ainda não ameaça o Kindle, por causa da tecnologia do "e-link" deste, que garante muito mais tempo de bateria e não cansa a vista como o faz a tela luminosa do iPad... alguns já chamam o iPad de "iPhonão", pq lembra o iPhone, inclusive tem recursos semelhantes... enfim essa briga Kindle X iPad ainda está no comecinho... o Kindle não pretende se aventurar no mundo dos "netbooks" como a Apple, a Amazon prefere por enquanto continuar focada apenas na leitura digital de livros, revistas e jornais...e eles tem um acervo enorme pra oferecer! Mas daqui a pouco os japoneses lançam algo melhor ainda!, como telas realmente muito finas e quiçá DOBRÁVEIS... que venha o louco futuro

Cara de pau disse...

correção: onde se lê "e-Link" leia-se "e-Ink" (na correria...)

aline naomi disse...

Dan,
que funcionário de editora pode pagar pra ir num congresso desses, não?!?!

***

Cara de Pau,
obrigada pelo comment.
Na verdade, não acho que o iPad seja ruim, mas por causa dessa experiência que estou tendo, eu não compraria um.
E eu estava totalmente irritada quando escrevi o post, então releve algumas coisas ;)