Pages

quinta-feira, 11 de março de 2010

Pagando o pato

Hoje eu gostaria de falar sobre uma coisa que me incomoda. Sim, é um desabafo. Porque tem coisas que eu não consigo entender.

Agora vamos ter uma nova cláusula no contrato dos tradutores lá na editora, de multa contratual, caso o tradutor atrase a entrega, porque o editor pediu que ela fosse incluída. Parece brincadeira, mas tem colegas que atrasam a entrega em MESES - é, eu também me pergunto: "como pode?".
Mas e se um tradutor que sempre entrega no prazo tiver algum problema alheio ao controle dele e precisar de um pouco mais de prazo, de uma semana, por exemplo? Uma multa de 20% será descontada do pagamento final dele. E tudo por quê? Porque outros colegas atrasaram a entrega em MESES.

Lembrei de mais duas coisas nessa linha.

Ninguém pode atender celular pessoal lá na editora porque um dia alguém pisou na bola. Não sei direito o que aconteceu. Talvez alguém tenha ficado horas no celular em horário de expediente ou algo do tipo. Aí, para evitar isso, ninguém mais pode atender celular (quando eu entrei, a regra já era essa). Superlegal, né? Eu que praticamente nunca receberia ligações no celular e muito menos ficaria horas falando... atender as várias chamadas diárias do ramal ("Editorial, Aline...") sobre tudo quanto é coisa que se possa imaginar (outro dia uma leitora ligou lá e queria saber o significado de uma palavra... haha!) já é mais que suficiente pra minha cabeça.

No convênio, porque alguém ficava direto no MSN e no Orkut, cortaram o acesso a praticamente todos os sites de todo mundo do departamento de auditoria, inclusive dos dentistas (!!). Eu e outros colegas do departamento NUNCA entramos no Orkut e nem no MSN lá. Para mim seria impossível coordenar Orkut e MSN e ainda dar conta do que eu tinha para fazer - e mesmo que eu desse conta, acho que tem lugares e horas certas para ficar brincando na internet. Aí, quando alguém precisava acessar algum site de interesse (congressos, instituições de odonto, etc.), tinha que pedir autorização da gerente geral para ela pedir para o TI liberar o site específico. Pra que facilitar se podemos dificultar?

Isso meio que prova que todas as nossas ações, por mínimas que sejam, podem ter implicações tanto positivas quanto negativas na vida de outras pessoas que às vezes nem conhecemos. Às vezes conviver com pessoas é difícil, né? Às vezes me cansa, dá vontade de fugir da civilização.

10 comentários:

Anônimo disse...

Problemas no ambiente de trabalho são comuns em empresas que apresentam um número razoável de pessoas no mesmo setor (neste caso, trabalhando pela mesma causa: tradução , e consequentemente, apresentam o atraso de entrega). É realmente penoso que uma parcela se prejudique por conta de outra parcela que age demasiadamente sem pensar na equipe, no grupo. Há também as exceções, cujo atraso, se justifique. Neste caso, acho que o gerente/líder de grupo deve avaliar a justificativa de cada um, além de analisar o histórico de atrasos de cada pessoa para depois, julgar e/ou ver a necessidade de multa de 20% (?).
Muitas regras e normas são impostas para que a qualidade de trabalho aumente; já que há problemas no setor. Porém, uma pergunta : Antes de promover a proposta de multa, algum funcionário responsável se propôs a colocar em pauta isto? De que se os atrasos continuassem em meses, haveria consequências para todo o grupo?
Os casos onde há abuso por parte de "alguns "funcionários, com total descaso para os alertas, justificam também as medidas impostas no novo contrato.[ Uma anônima, uma profissional liberal que trabalha e lida com o público diverso e que se interessa pela área administrativa e assuntos diversos]

dan disse...

Só pra tirar sua curiosidade:
Isso foi pouco tempo antes de eu entrar. O celular de um colega, tocou num volume altíssimo, e bem neste momento o Sr Vossa Excelencia Majestoso Editor estava passando pelo nosso (seu) setor... ai o resultado vc já sabe... bem acho q isso vai te deixar um pouco mais revoltada, mas...


Bem, acho injusto isto também, mas não eh soh a madras... no meu serviço, por um deslize que eu dei (estava ouvindo música no fone, no último volume) resultou na proibição de ipods e afins pra toda empresa, fiquei super constrangido... mas vai entender cabeça de patrão, neh? acho q bastava uma repreensão separada, já q foi um caso isolado...

Bjinhuuus alineee

Lynea disse...

Independente do setor e/ou empresa, os patrões ou profissionais responsáveis são sensatos e apresentam atitutes coerentes de acordo com as necessidades/exigÊncias ?! O setor de RH funciona? ou é o "patrão" que manda? ;)

Cara de pau disse...

hahaha Interessante o blog, passei por acaso no ultimo post vou dar uma olhada
de vez em quando

"ás vezes conviver com pessoas é difícil" hahhaha
acho que o "ás vezes" foi um eufemismo.... até na cama as pessoas não se entendem

bom, não saco nada de contratos e regras de empresa,
mas isso aí é igual a lei seca, tem uns otários que
acham que dirigem melhor depois de beber e aí todo mundo
se fode, quem é que pode ficar pagando taxi e ninguem quer
sair pra ficar sem beber (brasileiros não tem essa disciplina de rodizio
entre os amigos pra ver quem fica sem beber a cada noitada!)
era só nego aliviar o pé, ir de boa... no mínimo não haveriam acidentes sérios
uns fazem a merda, todos se fodem

é isso.. mas se o patrão é o dono, ele estipula as regras
então você tem que fundar a SUA empresa e dar o SEU exemplo
de novas maneiras de administrar o pessoal

falows!

Cara de pau disse...

correção: no lugar de "haveriam" leia-se "haveria"...hehehe pô dando mancada justo com a profissa das letras...foi mal pelos errros

Anônimo disse...

oi aline! eu vim justamente deixar recado no seu blog, pq aqui no trabalho nao abre gmail, hahaha.e ai vc foi pra floripa? deve ta um tempo incrivel la! aai o teclado daqui é mto ruim, dps a gente se fala. bjos, Flávia

.:*Mandy*:. disse...

No meu serviço tbm não tem orkut, msn e afins. Teria como acessar o Formspring... se o navegador não fosse o IE :(
Mas enfim... o que eu acho engraçado são as palavras censuradas na internet. Tem as óbvias, como "teen", "sex", "sexo"; tem as estranhas, como "glamour"(???), "cinema"(???), "chocolate"(???????????????)... um dia precisei pesquisar um preço num site de produtos de laboratório. O item era um picnômetro de Gay-Lussac. Nem preciso dizer que não consegui, né? hahahahahahahahahahahahaaha

Anônimo disse...

Do 'desabafo ao picnômetro'!! gostei! isto que é diversidade de informação..haha. Tive que procurar no Dicionário : Picnômetro :" é um pequeno frasco de vidro construído cuidadosamente de forma que o seu volume seja invariável" . Aprendi mais uma !

aline naomi disse...

Nooossa, que surpresa! Quantos comentários! =)

Anônima:
pensei em reescrever o post para que alguns pontos ficassem mais claros, mas explico aqui: eu "tomo conta" dos tradutores e revisores free-lancer lá da editora. Essa é uma das atividades que o cargo exige: seleciono pessoal, passo trabalho, faço/negocio os contratos e prazo com eles, cobro os trabalhos quando chega o prazo - a maioria dos tradutores pede para prolongar o prazo inicial, acho normal pedir mais uma semana, mas não é normal pedir mais dois ou três MESES! - e aí, por conta dessas pessoas, o editor pediu para incluir a cláusula de multa contratual de 20% em caso de atraso na entrega. O editor quis e pronto. Eu achei isso meio terrorismo... sinceramente, dá vontade de colocar essa clásula só para quem eu sei que muito provavelmente vai pedir prazos absurdos depois de ter negociado um prazo inicial razoável.

aline naomi disse...

dan,
"Sr Vossa Excelencia Majestoso Editor" >>> HAHAHAHAHA!
Hmmm, agora entendi porque TODOS NÓS não podemos mais atender celular por lá... afe!

***

Lynea,
alguns funcionários da editora onde trabalho são sem-noção, e aí todos pagam por isso. O RH não tem muita voz. Ainda pretendo trabalhar em algum lugar em que todos sejam sensatos, como eu tenho tentado ser para não me prejudicar e, pior, prejudicar os outros!!

***
Cara de Pau,
volte sempre - "atendemos bem para atender sempre" (igual escrevem no saco de pão da padaria! ;).
"até na cama as pessoas não se entendem" >>> isso também foi um desabafo da sua parte? Haha!
Concordo com o que você falou da lei seca, porque cai no que escrevi: por causa de ALGUNS, todos sofrem penalidades ou represálias. Cansa, né?

***

Flávia,
que surpresa você por aqui!
Te mandei mensagem no cel. Vim para São José nesse finde, queria ver se você também vinha pra gente se ver! ;)
Fui pra Floripa e foi demais, conheci pessoas incríveis!
Nos falamos! Beijo!

***

Mandy,
no seu trabalho não tem Orkut, MSN, etc. porque alguém (ou várias pessoas) deve ter abusado disso (ficado usando o dia inteiro, por exemplo), aí bloquearam tudo! Aposto.
E como conseguiu encontrar o preço de um picnômetro de Gay-Lussac? (Nem sabia que isso existia!)

***

Anônimo,
também acabei de aprender uma palavar nova! =)