Pages

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Até o último respiro

Pensei bem. Pensei no que várias pessoas comentaram, nos textos que a Min posta e que me inspiram a querer ser mais apaixonada e decidi que quero viver um grande amor. Talvez este ano. Talvez ano que vem, não importa. Mas acho que seria bom se acontecesse antes de 2012, quando o mundo vai acabar... :) Cheguei à conclusão de que é importante e vai me dar mais ânimo e que vai ser bom. Mandy comentou que foi melhor na facu quando namorava - talvez meu trabalho renda mais se eu tiver alguém também. Amigos librianos que costumam dizer: "preciso que todas as áreas da minha vida estejam em equilíbrio para me sentir bem" - nunca senti essa necessidade, mas talvez seja bom... só vivendo para saber. Quero experimentar e vou tentar esquecer algumas coisas de relacionamentos passados (não tem como isso me prender e me dar medo para sempre).

Não, não estou à caça. Apenas vou dar abertura para que isso aconteça, se tiver de acontecer (e como eu quero, vai acontecer, porque a sorte é minha fada madrinha! :). Mas preciso dar um jeito de alinhar amor, desejo, interesses comuns e alguém que esteja solteiro, porque, por enquanto, está difícil encontrar isso tudo em uma única pessoa (haha). Queria algo fulminante, que me estremecesse, que nem me desse tempo de pensar, só de sentir. Alguém que me despertasse amor, desejo e a vontade de querer passar o resto da minha vida com el@, tudo ao mesmo tempo (mesmo que isso só durasse um dia, uma semana, um mês, um ano, o tempo que tiver de durar... com sorte, talvez a eternidade :).

É, concluí que não dá para viver sem amor. Não sei se isso é uma coisa boa... mas deve ser, né? Porque amor foi feito para se gastar até o último respiro.

2 comentários:

Joaquim disse...

EEEEEEhhhh!!!! a aline vai derreter o coração... bem vindo ao clube da Amélie Poulain e juízo!

aline naomi disse...

Hahahahaha!!

Yesss! Meu coração vai pegar fogo... IUHUU! =P