Pages

terça-feira, 24 de agosto de 2010

De onde vem a coragem?

Esses dias de "férias" estão sendo ótimos. Eu realmente precisava disso. Hoje, andando pela Paulista, entrei em um escritório de informações turísticas perto do Parque Mário Covas e pedi um mapa turístico. A moça foi supersimpática e me passou várias informações. Tem várias coisas que ainda não vi. Amanhã quero ir pro MASP - a entrada às terças é gratuita! (Eu ia hoje, porque nem lembro mais quando fui, mas estava fechado...) Quero subir no Banespão de novo, visitar o DOPS, visitar o Instituto Tomie Ohtake e fazer uns outros passeios que a a moça indicou. E amanhã também tem museu Lasar Segall com o Dan (oba!!). A Bi comentou ano passado que eu devia conhecer mais lugares por aqui que ela, que é paulistana mesmo. É que sinto que não vou ficar aqui pra sempre, aqui é só uma passagem. Apesar do caos, São Paulo tem umas coisas muito bacanas (e que só tem aqui!); hoje, por exemplo, do ônibus, vi um mural grafitado maravilhoso, retratando São Paulo de antigamente, pareciam fotografias em preto e branco - uma pena eu não ter conseguido fotografar... queria que todo mundo visse isso.

***
Nesse fim de semana também foi bom porque consegui fechar um ciclo, consegui falar uma coisa para uma pessoa e me senti tão leve! Se eu soubesse que seria tão tranquilo, teria falado há muito tempo! Haha. Daí escrevi algo do tipo "sei que não vai mudar a minha vida e nem a sua, mas eu queria que você soubesse".

De um tempo pra cá, tenho tentado falar tudo que quero para quem eu quero porque, bom, o amanhã pode nem chegar e as pessoas nunca vão saber. (Algumas coisas são difíceis de dizer, mas não dizer é tão mais sufocante...)

Nenhum comentário: