Pages

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Ponyo - uma amizade que veio do mar

Fui ver Ponyo (com áudio original em japonês, que sorte!) no shopping Center 3 na Paulista domingo e amei. Miyazaki me dá um prazer visual imenso com umas cenas que são puro delírio onírico.

Na cena acima, a Ponyo, que antes era um peixinho dourado (!), mas com seu próprio poder e força de vontade conseguiu se transformar em uma menininha, está correndo sobre as ondas do mar para alcançar Sosuke, um menino que a acha quando ela ainda era um peixinho. Ele cuida dela e ela se apaixona por ele. O que eu acho mais fantástico nos desenhos do Miyazaki é que as cenas surreais são tratadas com normalidade - por exemplo, quando a Ponyo (em forma de peixinho) começa a FALAR com o Sosuke e diz: "Ponyo ama Sosuke", ele encara isso com uma certa normalidade. E, depois, a mãe do Sosuke também aceita com normalidade o fato de Ponyo aparecer do nada e acredita quando Sosuke diz que aquela menininha é Ponyo, a peixinha que ele havia "perdido" (tem que ver para saber o que acontece exatamente! :).

A história me lembra um pouco A pequena sereia, porque Ponyo queria se tornar humana porque amava Sosuke e queria ficar perto dele. É um amor tão puro que dá vontade de chorar. Mas eu não chorei!, só fiquei querendo algo assim pra mim.

Um comentário:

dan disse...

EU QUEROO MUITOOOO!!!!