Pages

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Comidas e bebidas

Várias pessoas me falaram sobre a comida na Bolívia. Para eu não comer na rua (ok, não faço isso nem no Brasil), não comer frutas descascadas (a não ser que eu mesma descascasse), vegetais ok, desde que fossem cozidos em água fervida, procurar não comprar bebidas em camelôs, porque não tem como ter certeza de que a água mineral é realmente mineral, entre outras recomendações que agora não lembro. Daí eu fiquei meio neurótica quando cheguei e demorei um pouco para começar a comer as coisas de lá. Deu vontade de comer na rua, via um monte de gente comendo nas barraquinhas e o cheiro era bom, mas segurei a onda e não fiz essa loucura, porque poderia desencadear alguma doença e eu perderia dias de viagem.

Não fotografei a carne de lhama, mas é normal, é como carne de vaca (carne vermelha), só que, dizem, com 0% de colesterol.

Uma coisa estranha/diferente que vi foram as mulheres vendendo "charque" na beira das estradas. Vendiam esse "charque" que eu acho que era carne seca / carne de sol e grãos de um tipo de milho branco e grande cozidos, dentro de sacos plásticos. Não, não experimentei.

Abaixo algumas coisas que comi e bebi lá:

Coka Quina!

"Orgullosamente boliviana" =)

"10 veces + oxígeno, más vital"
(estratégia de marketing da água)

Banana desidratada comprada no camelô por 1 boliviano. Quero mais disso, é bom!


Chocolate com quínua comprado em uma loja de chocolates finos no Sucre.

Nenhum comentário: