Pages

sábado, 16 de outubro de 2010

De amor e de horóscopo

Um amigo já disse "Não acredito que uma pessoa como você fica lendo horóscopo". É, eu leio. Mas não sou viciada, leio de vez em quando, quando não tenho nada mais interessante para fazer. O horóscopo amoroso do site Terra desse mês, por exemplo, é superanimador:

Sagitário (22/11 a 21/12)
Previsão para Outubro

Você teve uma pequena mostra do que será sua vida sentimental nos últimos dois meses [ahã, uma m*** =P]. O amor verdadeiro só chega ano que vem, mas por enquanto dá para você ir se divertindo [OBA!]. Nada sério no momento sagitário. As amizades estarão mais presentes que os amores durante todo mês [yes, meus amigos são demais!]. No entanto, se você tiver ainda pendente um amor do passado, com algumas questões ainda por resolver, é possível que ele volte para colocar um ponto final em uma antiga fase e quem sabe começar novamente sobre novas bases [começar de novo? i don't think so].

***

Ok, o amor verdadeiro só chega ano que vem, mas por enquanto vou "me divertindo" (whatever it means =). E, coincidência ou não, um "amor do passado" voltou, e meio que entendi por que terminamos, apesar de o sentimento de bem querer ainda estar em mim. Nem todo sagitariano é supostamente livre e desapegado - ou talvez eu é que tenha algum problema ou ninguém conseguiu despertar a possessividade e o ciúmes que há em mim (meu nível de autocontrole deve ser ótimo)... Uma amiga bem sensata disse para eu cuidar porque se eu ficar com alguém igual a mim nesse sentido, a tendência do relacionamento será descambar para a amizade, porque sou "sossegada" demais. Concordei e vou cuidar para não virar bagunça =D.

E por falar em amor, iniciei dois tópicos em uma das comunidades de que participo lá no Orkut:

- Vocês acreditam que pode existir um "amor da sua vida"?
O legal e surpreendente: várias pessoas responderam que sim. E umas meio que me consolaram falando que uma hora chega o meu (hahaha!).

- Vocês acham que é possível ter um relacionamento global (não só sexual) a três? Por que sim? Por que não?
Não muita gente se pronunciou nesse tópico, mas, por enquanto, ainda não fui apedrejada e nem chamada de puta, porque as pessoas adoram rotular.


O que eu acho superengraçado nesse negócio de amor, namoro, ficar, etc, é que algumas pessoas, alguns amigos, chegam e dizem: "Ah, mas por que você não fica com Fulano ou com Ciclana, porque el@ gosta de oriental" e eu penso: É exatamente por isso que eu não fico! Haha. Não sei por que, mas me dão desconforto as pessoas que dizem que gostam de orientais... talvez bata um receio por já ter ouvido CADA COISA de alguns amigos (o legal de amigo homem é que fala tudo na lata, sem rodeios, tipo, foda-se se você vai se chocar, a realidade é essa). E também porque quando falam assim, não dá a impressão de que as pessoas estão em prateleiras (ou eu é que estou em uma prateleira), aí é só ir lá e pegar e se não gostar é só trocar por outr@? Não sei se tem a ver com São Paulo, "fast food", relações expressas, amores expressos, solidão, carência. Ainda não consegui entrar no esquema. Só queria alguém que fizesse diferença, como as outras pessoas que passaram pela minha vida, não quero a sensação de estar perdendo tempo (e a minha liberdade) com qualquer um, qualquer uma. Às vezes o que eu queria mesmo era só ser como os outros.

Mas tá. Ano que vem, segundo os astros, vou conhecer o amor da minha vida e ser feliz para sempre. Ou não. =D Se fizer meu coração bater mais forte por um tempo já tá valendo!

Um comentário:

Tati disse...

Não quero sair pregando nada... Mas só quero compartilhar algo, que tem muito a ver com esse lance de horóscopo. Você é uma pessoa bem mente aberta, então acho que possa se interessar.

http://www.youtube.com/watch?v=13EesVdNHPg

É a parte 1 de um documentário. Se quiser assistir todo, beleza! Mas só essa parte é suficiente pra fazer você ver a verdade. Ou não. Aí depende de você.

:)