Pages

domingo, 3 de outubro de 2010

Descobertas

De repente, descobre que não existem verdades inquestionáveis. Não existe "vai-ser-assim-para-sempre, ponto-e-acabou". O que existe é dinâmico, porque a vida é dinâmica, e o verdadeiro sempre vai estar dentro dela, mesmo que não se lembre onde aprendeu ou sentiu pela primeira vez.

Ela queria fotografar a alma da pessoas quando algo inominável estivesse mudando dentro delas. Fica imaginando que no momento em que elas descobrem algo muito importante sobre elas mesmas, suas almas ficam coloridas de todas as cores. E o mundo nunca mais é o mesmo, porque elas também já não são as mesmas.

Olha o pôr do sol e sente a própria alma se aquietando. Como é bom estar viva.

4 comentários:

Anônimo disse...

Beijos coloridos diretamente de Porto Alegre! :* Va :P

aline naomi disse...

Ahhhhhhhhhh, Porto Alegre!! EU QUERO! *risos*

Anônimo disse...

Bonito isso.
Porto Alegre: evite!

aline naomi disse...

HAHAHAHA.

Anônimo: às vezes há boas razões para se estar em um lugar como Porto Alegre... =D