Pages

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

O ciúme mora ao lado - Mika Kaurismäki


Ontem fui ver O ciúme mora ao lado e (que frustrante!), quando pedi ingresso para o Air Dolls, a moça da bilheteria disse que os ingressos estavam esgotados (duas horas antes da sessão!). Estou tentando baixar Air Dolls pelo Torrent - a Mila disse uma vez: "Você ainda está no ano 2000 para usar Torrent??" HAHAHAHA. Por um certo comodismo, sim, continuo parada no tempo e usando Torrent. Esses amigos nerds vivem me perguntando em que mundo eu vivo, é engraçado. Mas, pelo amor ao cinema, vou tentar me atualizar, porque tem filme que nunca poderei ver de outra forma.

Fui ver o filme finlandês O ciúme mora ao lado às escuras, não li sinopse, não vi trailer. É um drama-comédia sobre um casal que está se separando e um tenta provocar ciúme no outro. Enquanto esperam a casa ser vendida, precisam conviver e dividir o espaço. O marido, terapeuta familiar, depois de uma tentativa de sexo casual frustrada (e superengraçada) com uma mulher que ele conhece na night, tem uma ideia brilhante: contratar uma mulher jovem e bonita para se passar por sua namorada, levá-la para morar com eles por um dia, para que a exposa se mude de lá, porque ele quer ficar com a casa. A exposa, para provocar ciúmes, liga para um aviador bonitão com quem saiu uma vez, e pede para ele ir vê-la. Quando o casal em separação começa a lavar a roupa suja, às vezes há toques dramáticos (e uma hora descobrimos o porquê de a mulher afirmar o tempo todo que eles não transam há seis anos). Achei o filme despretensioso, dá pra rir, mas não provoca nenhuma reflexão mais profunda.

Nenhum comentário: