Pages

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

E por falar em oficinas literárias...

Recebi pelo Twitter propagandas dessas oficinas em São Paulo. Mas são pagas. Queria muito que esse tipo de coisa fosse oferecida para pessoas selecionadas e não só para quem tem grana para pagar.

Aprendendo a escrever ficção
PublishNews - 18/01/2011 - Redação

Luiz Antonio De Assis Brasil e Rosangela Petta comandam curso na Oficina de Escrita Criativa


A Oficina de Escrita Criativa (Av. Ipiranga, 344, 27º, cj. 272-B – República - São Paulo/SP) está com processo seletivo aberto para a Oficina de Ficção. Luiz Antonio De Assis Brasil e Rosangela Petta comandam o curso que terá duração de um ano (96 horas-aula), com três horas-aula uma vez por semana (um sábado seguido de três sextas-feiras, alternadamente, das 10h às 13h). São apenas 15 vagas e a oficina é destinada a escritores em formação. O valor do curso é R$ 5.184 à vista ou 1+9 parcelas de R$ 576. A inscrição deve ser feita até 5 de fevereiro. Para outras informações, clique aqui.

[Se não me engano um amigo fez uma oficina com o Luiz Antonio, em Porto Alegre, há alguns anos e não teve que pagar nada por isso...]

***

Tanta Ternura - Oficina de Crônicas

A literatura dá tempo para que cada um se descubra. Dá ritmo para que cada um encontre sua voz dentro da letra. Dá força de vontade para que cada um siga a própria vocação.

O premiado autor apresenta suas teorias sobre o fazer literário, como o termo conficções (confissões inventadas), e estabelece uma possibilidade de acentuar a beleza da banalidade, musicar a conversa e pensar com ternura todo detalhe do cotidiano.



Se somos feitos de palavras, quais as palavras que escolhemos ser?


COMPETÊNCIAS

Capacidade para compreender, avaliar e produzir criticamente a natureza da crônica


CONHECIMENTOS



História comentada da crônica: diferenças entre crônica, artigo e conto. A despretensão e a espontaneidade. Simplicidade e surpresa. A leveza não é superficial. Manter o foco. A cozinha do trivial: o assunto é o estilo. Os três E da crônica: Estranheza, Exemplo, Emoção. O detalhe é Deus. Hesitações de uma conversa: a proximidade com o leitor. O ponto de vista minoritário. A importância da poesia na elaboração da atmosfera. O humor no gênero brasileiro: de Sérgio Porto a Luis Fernando Verissimo.

METODOLOGIAS
Exercícios criativos
Debate
Jogos de interação
Produção textual

Para todos os interessados.
Carga horária: 27 horas

O site é este.

4 comentários:

comalgumarazao disse...

Eu queria algo que me ensinasse a criar personagens. Pra mim é muito difícil...
Acho tão bonito ver personagens que parecem ter vida própria, ser quem são, mesmo só no papel. Queria conseguir isso.

Karen disse...

Curso caro! o.0

E os aspirantes a escritor estão sempre na pindaíba...

aline naomi disse...

Gerlaine,
dá para ler dicas na internet! Na verdade não tem uma fórmula a ser seguida (eu acho), só dicas mesmo.

***

Karen,
pois é!! Concordo totalmente. E deve ter um monte de escritores bons perdidos por aí que não têm essa grana pra investir num curso desses... muito triste!

Old Little Girl disse...

Sugestão para "comalgumarazao":

Vc já experimentou pegar algum livro que ensine a elaborar e criar roteiros? De repente, eles devem ter algum capítulo dando dicas de como criar personagens.