Pages

sábado, 19 de março de 2011

Bilhete Único, BOM e bagunça

Hoje estou com várias coisinhas para fazer.

Já fui fazer um depósito no Banco do Brasil (comprei o DVD de "O Andarilho" - isto - por R$ 15,00 no Mercado Livre... na 2001 eu pagaria R$ 39,90... e umas HQs do Corto Maltese - isto), carreguei meu cartão BOM (Bilhete Ônibus Metropolitano), que uso para ir para Alphaville, lá na Vila Mariana (hoje não fui para Vila MADALENA - outro dia desci na Vila Madalena, achando que estava na Vila Mariana, daí, quando perguntei pro taxista que estava perto da estação, ele disse: "Esse endereço fica na Vila Mariana..." e eu, pensando: "E..." e depois ele: "Estamos na Vila Madalena... muita gente confunde, porque os nomes são parecidos [hahaha], é só pegar o metrô de volta..." *vergonha!*).

Também descobri um restaurante por quilo ótimo e barato (qualquer coisa é barata depois de enfrentar os preços de Alphaville!) aqui perto de casa e já almocei - quando eu não puder cozinhar, vou lá pegar marmita...

Com a história dos documentos perdidos e recuperados, fui obrigada a entrar no site da SP Trans para me informar. Uma coisa interessante que descobri foi que as pessoas desempregadas têm direito a um "bilhete especial" e podem usar o transporte público sem pagar. Mais informações aqui. E ficam algumas dicas sobre o Bilhete Único:

- tirar xerox do Bilhete e deixar guardado, principalmente se ele não for nominal (se não tiver o seu nome), porque, em caso de perda ou roubo, se você não tiver o número do Bilhete, não é possível recuperar os créditos;
- se não souber o número do Bilhete, não tem como cancelá-lo e solicitar a segunda via pelo telefone 156 (tendo o número, isso é possível);
- se o Bilhete for nominal, dá para cancelar indo a algum "terminal autorizado" (eu não encontrei a lista desses terminais no site da SP Trans, de qualquer forma, se ligar para o 156, eles informam; o mais perto da minha casa é o Terminal Vila Nova Cachoeirinha);
- dá para comprar créditos pela internet, pelo site da Loja Virtual da SPTrans, com uma taxa de R$ 1,50 pelo serviço - ótima ideia para não ter que ficar nas filas!

Também descobri que o sistema e a administração do Bilhete Único é uma bagunça. Peguei a segunda via do Bilhete Único na semana passada (se tiver crédito, eles descontam R$ 21, se não tiver, eles não descontam e você não paga a segunda via - como no meu tinha, esse valor foi descontado) e, por curiosidade, fui consultar para ver o que acontece com o Bilhete Único antigo. Passei o cartão em uma das máquinas de leitura que tem no metrô e tinha R$ 116 e (pasmem!) não está bloqueado. Ou seja, vou poder usar (já estou usando) esses R$ 116, além dos R$ 95 que foram transferidos para a segunda via. Rá. Não, não me sinto mal nem fora-da-lei. A administração dessa coisa é que deveria ser melhor. Imagina o absurdo: eu peço para bloquear o cartão, o cartão não tem como ser bloqueado, aí alguém fica usando meus créditos e, quando eu fosse pegar a segunda via, ela teria muito menos créditos do que deveria ter!

Bilhete Único nominal

Bilhete Único (2ª via) - o meu nominal foi cadastrado pela primeira editora onde trabalhei, não tem como eu, pessoa física, solicitar

Verso do Bilhete Único

Já o sistema do BOM é muito melhor! Todos os bilhetes são nominais, o material do cartão é melhor, mais resistente, e você pode cancelar o bilhete por telefone ou chat (cancelei no mesmo dia em que dei falta dele e solicitei a segunda via por chat, superfácil e rápido). Quando passei meu cartão antigo na máquina consultora, o sistema indicou que o cartão tinha R$ 4, mas que estava bloqueado. Para fazer a segunda via do BOM paguei R$ 9,75. Para fazer a primeira via, não paguei nada e fiz tudo pela internet (depois de uns 10 dias é só passar na central que a gente escolher e pronto). O único problema é que não fazem recarga pela internet.

Cartão BOM ("Bom é estar com você", que brega! haha)

Verso do Cartão BOM

Essa coisa amarela mostrada no cartão é uma máquina para consulta e recarregamento de bilhetes - as empresas compram créditos para os funcionários todo mês, aí é só colocar o bilhete ali que os créditos passam para o bilhete - elas ficam principalmente nas estações de metrô, mas já vi em restaurantes e lugares onde há bastante circulação de pessoas...

Valor máximo para recarga do Bilhete Único: R$ 200.
Valor máximo para recarga do BOM: R$ 1.800,00. (Quando eu for rica, vou colocar o valor máximo só para não ter que ir pra loja da Vila Mariana recarregar de tempos em tempos... pensando bem, quando eu for rica, vou ter meu apartamento em Alpha, do lado da editora, e nem vou precisar pegar esse bus, né? :)

Contente por ter ganho praticamente R$ 100 em passagens (compensação pela perda de tempo e dinheiro correndo atrás das segundas vias).

Sim, joguei na Mega. Vamos ver se agora vai. :)

Vou estudar japonês e depois pegar firme na revisão que preciso entregar segunda. (Desisti das compras no Carrefour e da limpeza da casa hoje...)

Bom finde a todos!

4 comentários:

Anônimo disse...

Aline,
Gostaria de saber como vc descobriu que o valor maximo de recarga do bilhete unico é de R$200,00. Quando eu pergunto pra eles, eles me falam que é de R$500.

TENHO 150,00 no meu bilhete e tento fazer uma recarga de 132,00 do vale transporte da empresa e dá uma msg :VALOR MAXIMO DE RECARGA.

Tento descobrir o problema e ninguem sabe me ajudar.

Se vc puder me ajudar eu agradeço:
Juliana
julianaleloo@bol.com.br

Obrigada

aline naomi disse...

Respondido por e-mail:

Oi, Juliana,

sou a Aline do blog. Você deixou uma mensagem perguntando sobre a recarga máxima do Bilhete Único.

Quando fui fazer a recarga antes do aumento do metrô, eu queria colocar R$ 300, mas a mulher da bilheteria disse que não poderia porque a recarga máxima era de R$ 200. Eu tinha um valor x no Bilhete, aí ela subtraiu: R$ 200 - valor que eu tinha (acho que era R$ 3) e eu só pude recarregar R$ 197.

Se você tem R$ 132 no Bilhete, acho que o máximo que você pode colocar agora é R$ 200 - R$ 132 = R$ 68. Tenta colocar esse valor e depois me fala se deu certo?

Um abraço,

Aline

Obs: confundi os valores! Se ela tem R$ 150, talvez o máximo que consiga recarregar seja R$ 50.

thiago venzke martins disse...

no bilhete unico vale transporte mesmo que a firma coloque duzentos reais ele tem o chip comum tambemque voce mesmo pode recarregar quando que passear caso a pessoa não queira comparar o cartão comum ai da quatro centos reais duzentos no chip vale transporte e duzentos no chip comum no mesmo cartão mais o que eu acho errado e o valrmaximo no cartão eu acho que a pessoa deveria de poder colocar qual que valr acima de duzentos afinal a pessoa ta pagando e o cartão muita gente pensa que a primeira via e gratuita chega numa bilheteria cem dinheiro para ve ce a pessoa sai com o cartão não voce tem que pelos menos colocar um valor minimo ce não voce não pega então nada ê de graca de graça nem injeção na testa

Anônimo disse...

Gostaria de saber se o metro vila madalena aceita o cartão bom vermelho ? do trabalhador ?