Pages

quarta-feira, 18 de maio de 2011

"Menas, por favor"

Só vim dizer que o acesso de irritação e o piti de pedantismo passaram. É, me refiro ao post de ontem ("Hoje me sinto Montag ou Da idiotização"), que já deletei.

Nota mental: as pessoas (EU) não deveriam escrever quando estão em crise.

Como escreveu um Anônimo, "Menas, por favor". Pois é.

Karen, obrigada pelo comentário! :) Sim, preciso de equilíbrio - pensei bem e eu também acharia um porre se as pessoas só viessem falar comigo sobre "alta literatura". Percebi quanto preciso praticar a tolerância em relação a determinados comportamentos.

Do post deletado, fica a dica: leiam o livro e vejam o filme "Fahrenheit 451".

Ia incorporar um vídeo do filme, mas a incorporação foi desativada. Quem quiser ver, clique aqui. Uma das melhores histórias que já li na vida.

10 comentários:

Anônimo disse...

olha, tu não deverias deletar nenhuma postagem. não faça mais isso. não fuja das postagens críticas. o mundo precisa de pessoas inteligentes. e tenho dito.
beijo. va

* vivemos num mundo de idiotas, SIM. e, por agirmos diferentes da massa, sempre parece que estamos fazendo algo errado. mas acontece é que não estamos! figurinha repetida, isso tem demais... as pessoas têm medo de escutar e ver as verdades que elas mesmas fingem não existir.

Anônimo disse...

olha, tu não deverias deletar nenhuma postagem. não faça mais isso. não fuja das postagens críticas. o mundo precisa de pessoas inteligentes. e tenho dito.
beijo. va

* vivemos num mundo de idiotas, SIM. e, por agirmos diferentes da massa, sempre parece que estamos fazendo algo errado. mas acontece é que não estamos! figurinha repetida, isso tem demais... as pessoas têm medo de escutar e ver as verdades que elas mesmas fingem não existirem.

Luciana Borba disse...

Um vez uma amiga me disse essas palavras que transmito para vc "não seja tão sábia/inteligente porque senão vc nunca irá achar seu lugar no mundo louco em que vivemos". Juro que estou fazendo um esforço porém é difícil aceitar certas coisas.

aline naomi disse...

Va,
você tem razão. Mesmo quando surto e me sinto louca, deveria deixar tudo aqui. O canto é meu, escrevo o que quiser, né?
Ok, tá anotado.
Beeijo!

***

Lu,
tenho pensado muito naquele livro que você me deu: "Como me tornei estúpido". Seria uma solução para o meu desencaixe no mundo...

Beeijos!

Karen disse...

É verdade, não delete, o espaço é seu e ele serve para desabafar mesmo.

Lúcia H. disse...

Um amigo disse uma frase de Bob Marley que achei bacana: "Vcs riem de mim porque sou diferente. Eu rio de vcs porque são todos iguais." (ele queria saber como ficava em nihongo!!!). Por vezes me sinto diferente, meio insana, meio estranha no ninho, então entendo vc. E digo que hoje, na maturidade sinto menos isso. Depois de saber da frase acima, achei que é coisa boa a gente ser diferente. Deve significar que quem é diferente é original, talvez mais criativo. Creio que não existiriam obras surrealistas, se os artistas não fossem "meio loucos". Ainda espero ser "inteira louca" e muito criativa. Relaxa, tá?
Bjs

aline naomi disse...

Ok, Karen, não vou mais deletar. É que depois eu li o que tinha escrito, me achei uma louca e apaguei. =D

***

Tia, então, com o tempo, acho que vou melhorar,né? Hahaha...

Beeijos!

Anônimo disse...

Menas.
Acho que deve ser deletado sim.
Vergolha Alheia é phoda. Momentos ácidos... Só a virtualidade proporciona algumas coisas. Mas é sempre diferente.

Abraços,
Anônimo do Menas.

aline naomi disse...

Anônimo,

não é questão de vergonha alheia. A questão é que estou cercada de imbecis e isso me incomoda. Não sei se você já aceita toda a imbecilidade como algo normal, mas para mim não é normal. As pessoas não deveriam ser/agir como imbecis.

aline naomi disse...

Obs: e deixa de ser covarde, assine com o nome. Eu sei, eu te conheço.