Pages

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

36ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo

Banner da 36ª Mostra no Conjunto Nacional, na Av. Paulista

Este ano não consegui aproveitar tanto a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Vi três filmes e uma série de curtas chineses.


Com a Marina, que também é vidrada em cinema, fui ver o alemão Transpapa, sobre uma adolescente que descobre que o pai se tornou transexual (por isso sua mãe e ele se separaram quando ela era pequena). Ele tenta uma reaproximação, mas o relacionamento se mostra difícil, pois a garota parece não reconhecer o pai na mulher que ele se tornou. O mesmo tema também é abordado no canadense Laurence Anyways, que não vi na Mostra, mas logo depois saiu em cartaz na Reserva Cultural e vi lá. Acho fascinante quando as linhas de gêneros são colocadas à prova, quando as certezas são diluídas para ser reinventadas.

Com a Yuri, vi os outros dois filmes e os curtas (ruins).

Encontrando Leila é dirigido pelo iraniano Adel Yaraghi e o roteiro é coescrito por ele e pelo Abbas Kiarostami. É uma comédia bobinha sobre um casal que precisa se entender, pois a noiva diz que não vai se casar enquanto seu noivo não parar de fumar. Há várias situações engraçadinhas, mas não me convenceu. O que me dá a impressão de que comédia romântica é igual em qualquer lugar do mundo. Bah.

O que valeu mesmo a pena foi Um alguém apaixonado, do Abbas Kiarostami - farei um post à parte sobre ele!

Mosta no Guia Folha, suplemento especial da Folha de S.Paulo

Abbas Kiarostami, intérprete de farsi e organizadora da Mostra, Renata de Almeida

Abbas Kiarostami estava na sessão (lotada) de seu filme Um alguém apaixonado, no CineSESC, em que eu eu a Yuri estivemos. Depois da sessão, ele respondeu a algumas perguntas do público. Não sei se era o jeito dele, mas o achei meio antipático, parecia responder às perguntas como se quisesse se livrar logo daquela obrigação. Nessa ocasião, ele recebeu um "troféu Leon Cakoff" pelo conjunto de sua obra - ele disse que era bastante amigo do organizador da Mostra, falecido em outubro de 2011.

Ainda no CineSESC, vimos a mostra "O espelho de memórias", em homenagem ao cineasta russo Andrei Tarkóvski, com fotografias originais tiradas por ele, além de projeções audiovisuais baseadas em suas obras. Essa mostra pode ser vista até o dia 25/11/2012.

Hall do CineSESC

Entrada do CineSESC com caixa de correio

Essa caixa servia para as pessoas enviarem postais feitos por cartunistas com base em filmes nacionais. O envio dos postais, para qualquer parte do Brasil, era grátis.

O site oficial da 36ª Mostra Internacional de Cinema é este: http://36.mostra.org/.

Nenhum comentário: