Pages

domingo, 15 de setembro de 2013

O que é Editora - Wolfgang Knapp


Para quem se interessa pelo mundo editorial ou por publicação de livros, recomendo O que é editora, escrito pelo austríaco radicado no Brasil Wolfgang Knapp e publicado pela editora Brasiliense na coleção O que é.

Apesar de a 2ª edição ter sido publicada em 1992, há mais de vinte anos, e algumas informações estarem desatualizadas ou incompletas (devido ao avanço tecnológico pelo qual a área editorial tem passado - tanto em relação a impressoras, gráficas quanto ao relativamente recente lançamento de livros eletrônicos), o livro vale muito a pena por apresentar características e procedimentos que a maioria das editoras ainda adota hoje.

Dois pontos que mais me chamaram a atenção: um é o fato de o autor falar um pouco sobre o produção gráfica e o outro, sobre viabilidade financeira de publicação de livros. Em um determinado ponto, ele diz que o editor deve ter conhecimentos técnicos de produção gráfica, ou seja, conhecer tipos e formatos de papel e o processo de impressão das gráficas (coisa que o editor com quem trabalho sempre diz que preciso aprimorar, mas é um pouco difícil, pois não tenho essa vivência de visitar e acompanhar os procedimentos em gráficas - sei que em editoras maiores há uma pessoa só para cuidar da qualidade da impressão, que visita as gráficas fornecedoras e acompanha a impressão, mas não é o meu caso). Sobre a viabilidade financeira de publicação, lembrei de algumas pessoas que querem ser editoras e muito provavelmente nunca ouviram falar de "viabilidade financeira de publicação" e talvez nem saibam que isso é necessário para planejar melhor e minimizar os prejuízos em potencial. Uma dica que dou a essas pessoas é que elas precisam ler e se informar mais sobre o negócio que pretendem abrir (sim, porque, afinal de contas, uma editora é uma empresa, um negócio passível de ter lucros e prejuízos e que tem várias despesas).

Procurei informações sobre o autor na internet, mas não encontrei. Não sei se ele ainda está vivo (na minibiografia está escrito que ele nasceu em 1933) e também não sei se ele escreveu mais livros sobre a área editorial. No livro também tem a informação de que ele queria ser agrônomo, mas, como a saúde não permitiu, estudou editoração e trabalhou como editor nos seguinte países: Alemanha, Áustria, França e Espanha, além de ter adquirido a própria editora no Brasil, a E.P.U. (Editora Pedagógica e Universitária) - pelo que pesquisei, a E.P.U. foi comprada pelo grupo GEN em 2011.

Esquematicamente, a função do editor pode ser apresentada assim: Editar livros é uma atividade quase mais maluca que escrevê-los. O editor precisa de uma vasta bagagem cultural. Mas dificilmente será um acadêmico. Muito menos um especialista, a não ser como hobby. [...]
O editor participa intensamente da vida cultural e intelectual. Incentiva a elaboração de manuscritos, a sistematização de ideias, a transformação de palpites em projetos. É um mensageiro entre produtos e consumidores de bens culturais.

Com esse post, inauguro uma nova tag no blog, "livros sobre livros". Como comecei a ler livros sobre mercado e produção editorial, e livros sobre livros em geral, para escrever meu TCC, aos poucos vou postando dicas dos livros mais interessantes. Quando terminar meu TCC, postarei a bibliografia completa.


Nenhum comentário: