Pages

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

A alegria é brilhante

Nas últimas três semanas encontrei vários amigos e fui feliz. 

Fui encontrar o João, a Marina, amigos de faculdade que eu não via há muito tempo, a Ana Igual, a Cris Maruyama, vi o Fábio meio que correndo, entre uma sessão e outra da Mostra de Cinema. Ia ver a Flávia, com quem viajei pela Itália em abril, mas depois não deu certo - quero vê-la quando for a São José, e a Kemi também (o mundo é tão pequeno que a Flávia foi trabalhar com uma outra amiga minha que ela não conhecia). O Rafa, um garoto cinéfilo que conheci pelo Twitter (!), através de um outro contato cinéfilo, me convidou para ver um filme da Marina Person, também do Festival Mix, justamente na sexta, e não conseguimos nos conhecer pessoalmente mais uma vez... mas um dia ainda vamos conseguir marcar um filme! [Continuo adorando conhecer pessoas que se interessam pelas mesmas coisas que eu...]

Adoro esses encontros. Saber dos projetos (ou "desprojetos") dos amigos, olhar no olho, rir junto, compartilhar aquele determinado tempo no espaço juntos. É muito bom. Nesses momentos às vezes me sinto como uma partícula se chocando com outra no meio do nada e, então, brilhamos mais, de tanta alegria.

Eu queria ter mais tempo para os meus amigos de perto e de longe.


2 comentários:

Cristiane Maruyama disse...

Vc é amiga há muito tempo da Ana Igual? Achei ela num app... rs

aline naomi disse...

Oi, Cris!
Faz mais ou menos um ano que conheço a Ana Igual! Ela também curte literatura/cultura japonesa, é uma excelente fotógrafa (admiro muito!) e começou a estudar japonês faz um tempo.