Pages

terça-feira, 19 de julho de 2016

El Kabong - restaurante mexicano

Recorte da fachada

Domingo passado fui encontrar algumas amigas da faculdade de Tradução e o lugar escolhido para o encontro foi o El Kabong, um restaurante/ bar com comida mexicana, quase ao lado da estação Fradique Coutinho (linha amarela).

Sempre ou quase sempre que a Kerlly vem do Mato Grosso passar uns dias das férias dela em São Paulo, a gente reúne a turma. E é uma vergonha porque, em geral, só vejo amigas em comum que moram em São Paulo quando ela vem pra cá. Morar em São Paulo tem dessas coisas. Os compromissos profissionais e pessoais, a correria do dia a dia, o cansaço e a preguiça às vezes criam hiatos entre as pessoas. Entre o encontro do ano passado e o desse ano, a Carol teve mais um filho (!) e eu nem sabia. Kerlly, Marina e eu continuamos na mesma "vidinha mais ou menos", como diria o João, que agora mora no Texas por causa do trabalho e participou do encontro virtualmente (a Kerlly fez uma ligação por Skype ou algo assim para dizer que lembramos dele - saudades do João).

Foi uma tarde agradável. Adoro essas pessoas.

Na hora de fechar a conta no Kabong, o garçom nos deu uns cupons que valiam outro prato igual para comermos segunda ou terça. Hoje (segunda) fomos eu e a Yuri lá e nos esbaldamos.

A Yuri pediu o "Gran Manu" de carne, com três "soft tacos" e quesadillas:

Gran Manu parcialmente comido (R$ 45) 

Pedi "Los Panchos" para aproveitar o cupom:

Los Panchos (R$ 48, mas saiu de graça por causa do cupom) 

Esse prato que pedi é bem gorduroso porque todas as comidas (quesadilla, chimichanga e taquito) são fritas, mas estava muito bom. Esse molho de guacamole é de outro mundo!

Fotos dos cardápios com os preços, caso tenham interesse em ir. Preparem os bolsos porque não é barato (mas com a promoção, compensa). 





O ambiente é escuro, o que não me agrada, mas deve agradar a maior parte do público... li que essa luz baixa que alguns restaurantes usam serve para dar a sensação de "conforto", mas em mim dá uma certa aflição.


Nenhum comentário: