Pages

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Apenas uma chance, de David Frankel

O ator James Corden interpretando Paul Potts

Vira e mexe me pergunto o que as pessoas que vivem apenas do que amam sentem em relação à vida. Será que elas se sentem mais vivas? Será que a percepção que elas têm da vida é diferente da percepção dos demais mortais?

No fim de semana passado vi um filme chamado Apenas uma chance (One chance), baseado na vida de Paul Potts, um britânico cujo sonho era cantar ópera. Depois de passar por uma série de experiências negativas (sofreu bullying na escola, o pai desprezava seu sonho de ser cantor, teve diversos problemas de saúde, Pavarotti o desestimulou a continuar cantando ópera), ele se inscreveu para participar do programa "Britain's Got Talent" em 2007, acabou ganhando o prêmio e, a partir de então, sua carreira como tenor deslanchou.

Gosto de assistir a filmes em que o protagonista supera uma série de dificuldades, fico torcendo para ele se dar bem no final. Talvez seja um desejo inconsciente muito forte as pessoas quererem que tudo dê certo, por isso as histórias com base na "jornada do herói" devem fazer tanto sucesso. E esse filme foi mais emocionante porque foi baseado em uma história real incrível.

Achei surpreendente o fato de Paul ter conseguido, com muito esforço, juntar dinheiro para fazer um curso de canto em Veneza, na Itália. Ele realmente queria se aprimorar porque cantar era a vida dele. Mas depois de Pavarotti tê-lo desestimulado, desistiu da música, voltou para sua cidade e para o emprego em uma loja de celulares. Surgem outras provações e dificuldades, mas a mãe, a namorada, posteriormente esposa, e o amigo/chefe estão sempre lá para dar uma força para ele continuar perseguindo seu sonho.

A vida de Paul até ele se inscrever no programa não foi fácil, mas o filme retratou-a com leveza e até humor na maior parte do tempo, por isso não senti pena do personagem e sim empatia.

No vídeo abaixo o tenor canta "Con te partirò", música que eu conhecia na voz do Andrea Bocelli e acho linda:



Nenhum comentário: